Posts

Idosos mais cheios de vida

Muitas vezes nossos pais e avós, quando abandonam atividades usuais e corriqueiras, o fazem devido à perda gradativa da visão. Tal situação interfere na qualidade de vida, pois traz insegurança. Pessoas com mais de 55 anos de idade que passam a apresentar alteração no grau dos óculos e alteração visual podem estar iniciando o desenvolvimento de catarata. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a cirurgia da catarata atualmente é praticada pela técnica da facoemulsificação do cristalino (técnica que utiliza ultrassom), e não há mais a necessidade do ¨tal amadurecimento da catarata¨ por completo. A catarata, por esta técnica, será dissolvida e fragmentada em pequenas partículas que serão aspiradas pelo equipamento adequado. Trata-se de uma cirurgia feita por uma microincisão e implanta-se, então, uma lente intraocular que substituirá o antigo cristalino. As lentes mais modernas são dobráveis e flexíveis, fazendo com que na maioria das cirurgias sequer seja necessário o emprego de pontos. A anestesia é local e sem riscos. No momento do diagnóstico da catarata a cirurgia já pode ser indicada se o cirurgião possuir a experiência necessária para realizá-la.

Devemos lembrar que a correção da catarata também vem acompanhada da correção total ou parcial do grau prévio do paciente. O avanço tecnológico das novas lentes intraoculares também permite o cálculo preciso do grau residual, muitas vezes, fazendo com que haja abandono do óculos em definitivo.