Retinopatia Diabética

A retinopatia diabética é a causa mais frequente de cegueira nos países industrializados entre as populações ativas e ocorre como resultado do dano, acumulado a longo prazo, aos pequenos vasos sanguíneos da retina. Acomete quase todos os pacientes com DM tipo 1 e mais de 60% dos pacientes com DM tipo 2.

Cerca de 1 a 3% da população mundial apresenta esse tipo de acometimento ocular; sendo que, após 15 anos de diabetes, aproximadamente 2% das pessoas se tornarão cegas e cerca de 10% desenvolverão sérios danos visuais. A retinopatia diabética é responsável por 30% das pessoas cegas.

O tempo de evolução do diabetes e o controle glicêmico são os principais fatores de risco para o desenvolvimento e agravamento da retinopatia. No entanto, outros fatores como a hipertensão arterial sistêmica mal controlada, tabagismo, acometimento renal e gravidez devem ser lembrados.

As altas taxas de açúcar circulantes levam a diversas alterações nas paredes dos vasos sanguíneos, principalmente naqueles presentes nos rins e olhos. Assim, com a evolução do diabetes, essas alterações vasculares tendem a progredir, levando a sérias complicações em diversos órgãos e sistemas do corpo.

A retinopatia diabética apresenta vários estágios na sua evolução. Sendo inicialmente leve, mas que, se não tratada adequadamente, pode progredir para cegueira irreversível. Em fases mais tardias e severas da doença, pode ocorrer hemorragia intra-ocular, descolamento de retina, catarata e glaucoma.

O tratamento com laser, amplamente utilizado nessa condição, tem como objetivo evitar a piora da acuidade visual e a progressão da retinopatia para estágios mais graves. Em geral, podem ser necessárias várias sessões de laser até que se tenha um bom controle da doença ocular.

A cirurgia da retina, chamada de vitrectomia, geralmente é utilizada para se tratar as complicações mais severas e tardias da retinopatia, como a hemorragia intra-ocular e o descolamento de retina.

Recentemente, uma nova classe de drogas tem sido amplamente utilizada para o manejo de pacientes com retinopatia diabética avançada e baixa visual importante, são os chamados “anti-angiogênicos”. Estas medicações são injetadas diretamente no olho e têm o intuito de evitar a progressão da retinopatia, além de promover a melhora da visão e de algumas complicações relacionadas.

Todas essas opções de tratamento são utilizadas conforme o grau de severidade do acometimento ocular pela retinopatia e a visão do paciente. Para casos leves, apenas o laser pode ser suficiente para o controle da doença, mas em casos mais avançados, pode ser necessária a combinação de diferentes formas de tratamento para uma melhora visual.

Durante o tratamento dos olhos é essencial o intenso controle da glicemia para promover uma melhor resposta ao tratamento. Lembrando que a causa da retinopatia e das alterações oculares é o próprio diabetes e esses sinais podem ser um alerta para o risco de a doença afetar outros órgãos. O diabetes é uma das principais causas insuficiência renal e cerca 10-20% das pessoas com diabetes morrem com falência renal.

Assim, percebe-se a importância do exame preventivo da retina com o OFTALMOLOGISTA em todas as pessoas portadoras de diabetes. Para casos com bom controle da glicemia, pouco tempo de doença e sem acometimento ocular, uma avaliação anual com oftalmologista é suficiente. No entanto, em casos que apresentam maior risco para a retinopatia, essas avaliações devem ser mais próximas. Lembrando que o tratamento depende da severidade da retinopatia e quando instituído precocemente, pode proporcionar um melhor controle da doença ocular e até sua regressão.

Hay numerosos beneficios de una vida sana. їPero los remedios pueden ayudarnos? Si el hombre est’ sufriendo de DE, un farmacutico debe ser consultado. Debajo est’n algunos b’sicos que usted necesita saber sobre haga clic aquí. їDesea recibir medicamentos, como Kamagra, de la Web? Hay numerosos medicamentos que le dan cosas que usted necesita para estar listo en sus propios trminos. Ahora muchos pacientes buscan la frase exacta en Google. El factor m’s importante que usted necesita buscar es . Los signos de los problemas de salud sexo en los gente incluyen la imposibilidad de obtener un orgasmo a pesar de la estimulaciуn sexual adecuada. Existen riesgos posibles con cualquier tipo de genrico.